terça-feira, 29 de setembro de 2009

Samuel Kwok (Biografia em Inglês)


Samuel Kwok was born in Hong Kong in 1948, the son of a Church Minister. His interest in the martial arts started at an early age, his first experience was in White Crane Kung Fu, under the guidance of his uncle Luk Chi Fu. His Wing Chun training first started in 1967 under Chan Wai Ling in Hong Kong. In 1972 Samuel Kwok came to the UK to study psychiatric nursing and pursue a new life. Living in London then, he went to the Church of Reverend Kao, how told him about one of the congregation, a Wing Chun teacher called Lee Sing, who started teaching Samuel Kwok in 1973. In 1978 he returned to Hong Kong in hope to find the true source of Wing Chun. Samuel Kwok was introduced to Ip Chun by Lee Sing; who at the time was joining the Ip Man Martial Arts Association. It was during a second meeting with Ip Chun that he offered to teach Samuel Kwok the Wooden Dummy techniques, realizing that he was being given a great honour he accepted. At this time, Ip Chun was only teaching part time. For the next few years Samuel Kwok had private tuition from Ip Chun, and after gaining Master level in Wing Chun, he opened his first school in Hong Kong. It was not long before his students began making a name for themselves at tournaments and demonstrations in the colony. When returning to the UK in 1981, he was appointed chairman and senior overseas representative of the Ip Chun Martial Art Association by Grandmaster Ip Chun. Having settled in the UK, Master Kwok started to teach Wing Chun privately but later he opened his first school after great demand from several martial arts enthusiasts. In his bid to promote Traditional Wing Chun and his Si-Fu, in 1981 Master Kwok held the first of many seminars in the UK for Grandmaster Ip Chun.In 1991 Master Kwok invited both Grandmasters Ip Chun and Ip Ching to the UK, to held their first joint seminars across the country. This was the first visit to the UK by Grandmaster Ip Ching.
In 1994 Master Kwok returned to Hong Kong to study with Grandmaster Ip Ching. Also In 1994 Master Kwok introduced Steve Lee Swift from New York, to Grandmaster Ip Chun and helped to organize some very successful seminars in America, taught by Grandmaster Ip Chun. In 1995 once again Grandmaster Ip Ching was invited by Master Kwok to the UK, to conduct several seminars across the country, but this time he was accompanied by Grandmaster Chu Shon Tin, one of the first students in Hong Kong of the late Grandmaster Ip Man.Also in 1995 the two famous brothers Grandmaster Ip Chun and Ip Ching visited Chicago to teach together for the first time in America. Again, this visit was arranged and assisted by Master Samuel Kwok. The Samuel Kwok Wing Chun Martial Art Association has now grown to become one of the largest Kung Fu organizations in the country. With students in Europe, U.S.A., South Africa and Australia; it has now become international. Although Master Kwok has many students teaching for him, he has always remained faithful to true Wing Chun tradition and still teaches classes personally. In 1998 Master Samuel Kwok received a BA honour from Manchester University for his life time achievement and promotion of Martial Arts. Today Master Kwok is constantly promoting Wing Chun across the world by conducting and organizing seminars, competitions, demonstrations, books, videos and helping the B.C.C.M.A. promote Chinese Martial Arts. He also helps to arrange tours and training in Hong Kong with Grandmaster Ip Ching for his students, showing that like himself he wants his students to benefit from this great master first hand.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

YIP MAN - BIOGRAFIA DO MESTRE



Yip Man nasceu em uma família abastada, cujo templo era dirigido pelo Mestre Chan Wah Shun, "Wah, o Trocador de Dinheiro", do estilo Wing Chun (ou Ving Tsun) de Kung Fu. Yip Man treinou com o Mestre Wah até o seu falecimento, três anos depois. Nessa época ele veio a mudar-se para Hong Kong para prosseguir os estudos de graduação. Yip Man vivia se envolvendo em brigas onde sempre vencia graças à eficiência de seu Kung Fu. Um dia convidaram-no para enfrentar um senhor dos seus 50 anos de idade, que diziam conhecer artes marciais. Ele aceitou imediatamente e procurou o homem para desafiá-lo. Este o olhou de alto a baixo e sorriu, perguntando se ele havia treinado com o venerável Mestre Chan Wah Shun, de Fatshan e se ele já havia aprendido a Chum-Kiu (segunda forma do estilo Ving Tsun). Yip Man não ouviu o que o homem dizia, pois teria percebido que apenas um conhecedor do estilo poderia saber esses detalhes. Vendo que não havia outra alternativa, o homem disse que Yip Man poderia atacar como quisesse, que ele tentaria não magua-lo. Isso enfureceu o adolescente, que atacou diversas vezes. O homem apenas esquivava seus golpes e o jogava ao chão até que Yip Man reconheceu sua derrota. O senhor finalmente apresentou-se: era Leung Bik, o segundo filho do Grande Mestre Leung Jan, professor do Mestre de Yip Man. Yip Man se desculpou e solicitou que o aceitasse como discípulo. Dessa forma Yip Man concluiu os estudos do Ving Tsun aos 24 anos, quando retornou a Fatshan. De volta à sua terra natal, foi acusado de desertor e de ter aprendido outro estilo de Kung Fu. Levou muito tempo para convencer seus colegas do encontro com Mestre Leung. Yip Man, fiel à promessa feita ao seu Mestre, primeiramente se recusou a ter alunos. Depois da Segunda Guerra Mundial, já pai de família e com a sua fortuna arrasada pela guerra, voltou a Hong Kong para tentar ganhar a vida. Refinado e sem grandes dotes físicos, teve muita dificuldade para arranjar emprego. Finalmente foi convencido por um amigo a dar aulas de Kung Fu na Associação dos Trabalhadores em Restaurantes de Hong Kong. Com o passar do tempo juntou um punhado de discípulos com os quais fundou sua primeira academia. Seus alunos, entre eles o famoso Bruce Lee enfrentaram muitos desafios que tornaram o Ving Tsun famoso e muito procurado. Em 1967 ele fundou a Hong Kong Ving Tsun Athletic Association, entidade que ainda hoje representa aquele estilo em Hong Kong e foi o berço de todos os Grandes Mestres de Ving Tsun da actualidade.



Em 1972, porém, um check-up médico revelou que ele sofria de cancer da garganta. Esse foi também o período em que decidiu – em mais ou menos 2 semanas, antes de sua morte – deixar registros das técnicas do Wing Chun assim como, as formas: Siu-Lim-Tao, Chum Kiu e a Biu Gee, sem esquecer a forma do ‘Wooden Dummy ‘, feitos em um filme de 8 mm, de modo a deixar as técnicas com o Boneco de madeira(Mook Yan Jong) correta para a posteridade. Yip Man já estava bastante debilitado e usava as suas ultimas forças na demonstração das técnicas. No entanto, quando seu estado se agravou, sucumbiu a esta doença fatal. Em 2 de dezembro de 1972
morre uma lenda.

Bruce Lee - Biografia


Bruce Lee nasceu num hospital Asiático em São Francisco a 27 de Novembro de 1940, os seus pais eram Lee Grace e Lee Hoi Chuen. Bruce Lee recebeu desde cedo uma rígida educação e treino em Kung Fu em Hong Kong, tendo iniciado o seu extenso estudo em artes marciais aos 13 anos de idade com o estilo Wing Chun, mas ao longo da sua vida, estudou e aperfeiçoou outros tipos de artes marciais, tendo vindo a fundar o seu própria estilo, o Jeet Kune Do.
Em 1958, Bruce Lee estabeleceu-se em Seattle para completar os estudos, recebendo posteriormente o diploma do Edison Technical School. Mais tarde, ingressou na Universidade de Washington, onde formou-se em Filosofia. Foi durante essa época que conheceu a sua futura esposa, Linda Emery, com quem se casou em 1964. Lee teve uma filha, Shannon, e um filho, Brandon, que morreu tragicamente durante a produção do filme “The Crow” em 1994.
Depois de completar os estudos, Bruce Lee mudou-se para Hollywood. Devido à fama do seu pai como actor de Ópera Chinesa, Lee teve a oportunidade de aparecer em diversos filmes chineses quando era criança, algo que lhe conferiu alguma experiência no ramo cinematográfico. Em Hollywood, Lee tornou-se rapidamente numa pequena estrela de acção através do seu papel secundário na série televisiva “The Green Hornet”. Em 1971, os preconceitos e estereótipos raciais de Hollywood obrigaram-no a regressar a Hong Kong, onde obteve os maiores sucessos cinematográficos da sua carreira através de filmes como “Fist of Fury” ou “The Big Boss”. Em 1972, Bruce Lee participou em “Way of the Dragon”, um filme que também contou com a participação de Chuck Norris e que ainda hoje é recordado como um dos melhores trabalhos comerciais do actor.


Com apenas 32 anos de idade, Bruce Lee morreu em Hong Kong a 20 de Julho de 1973. Após a sua súbita e trágica morte, começaram a circular teorias que afirmavam que Bruce foi envenenado pelas Tríades Chinesas. A verdade foi revelada pela autópsia efectuada ao corpo do actor, esta foi conclusiva e comprovou que a morte de Bruce Lee foi causada por um edema cerebral, um inchaço no cérebro que originou um AVE (Acidente Vascular Encefálico) que foi desencadeado por uma reacção alérgica a um medicamento conscientemente tomado para aliviar uma simples dor de cabeça. O funeral de Bruce Lee atraiu a atenção do planeta e foi seguido por milhares de fãs em todo o mundo. O icónico actor/lutador morreu demasiado cedo mas deixou um impressionante legado no cinema asiático e nas artes marciais, tendo motivado e inspirado centenas de actores asiáticos que utilizaram o Kung Fu para alcançar o sucesso cinematográfic na Ásia e na América.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Blackpool


António Carlos e Luís Lima os dois Instrutores responsáveis

para a divulgação do Wing Chun em Portugal

Ladeados do Sifu Samuel Kwok e o seu discipulo Adam.

KWOON (Escola) de Oliveira do Bairro


Aínda tudo muito vermelho.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Cursos


Olá a todos(as).

Este blogue foi criado para darmo-nos a conhecer
aos Portugueses em geral.
O nosso objectivo é a divulgação do Wing Chun
Kung Fu, da Linhagem do Grande Mestre Yip Man.

Em Portugal estamos representados pelo Instrutor
António Carlos, Discípulo directo do Sifu Samuel Kwok.

Leccionamos aulas diárias de Wing Chun
Formamos Instrutores e Monitores

Organizamos cursos de, Wing Chun, Tai Chi, Lian Gong
(exercícios terapêuticos) Defesa Pessoal feminina e/ou no geral.

Contactos..

lio.monk@gmail.com
sifu.antonios@gmail.com

Associação Portuguesa de Wing Chun Tradicional Kung Fu


A Associação Portuguesa de Wing Chun Tradicional Kung Fu foi fundada em Julho de 2006por iniciativa do Sifu António Carlos Santos e de um grupo de apoiantes e praticantes da modalidade. Entre as razões que estiveram na origem desta associação contam-se uma paixão comum pela modalidade e a vontade de divulgar as suas componentes técnico-desportiva e filosófico-cultural.
Por ora sem sede própria, a Associação Portuguesa de Wing Chun Tradicional Kung Fu tem desenvolvido as suas actividades em instalações gentilmente cedidas quer por outras associações – como a ACAD em Aradas, quer ainda pela própria Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.
O principal objectivo passa agora pela busca de instalações condignas, que permitam simultaneamente caminhar rumo à consolidação do projecto de escola de formação e ao crescimento sustentado da associação, que conta já com cerca de 30 praticantes.

O que é o Wing Chun


O Wing Chun é um estilo de luta especialmente vocacionado para defesa pessoal e/ou combate de curta distância, com socos rápidos, uma defesa cerrada, sempre coordenada com o ataque, com posturas que permitem rapidez e flexibilidade de movimentos, aplicando sempre a energia correcta nas técnicas aplicadas. Os princípios base deste estilo, aliados à objectividade e rapidez de execução, asseguram bons resultados na eficiência e na economia dos movimentos praticados.
Podemos encontrar as principais técnicas e teorias do Wing Chun nas suas três «formas sem arma» e no «boneco de madeira». Os treinos têm início com a forma Siu Lim Tau ou «pequena ideia», a base de todo o sistema Wing Chun. Segue-se a segunda forma, a Chum Kiu - ou «procura da ponte», e por último a Biu Gee - ou «dedos voadores», para praticantes que queiram atingir um nível avançado. O Muk Yan Ghong ou «boneco de madeira» é um instrumento de treino tradicional bastante importante para o aperfeiçoamento das técnicas aprendidas nas primeiras formas. Por último, temos as formas com armas: o Luk Dim Boom Gaun, a forma do «bastão de três metros», e Bart Cham Dao, as «facas-borboleta», que completa as formas deste sistema.

A História do Wing Chun


A origem do Wing Chun Kung Fu tem mais de 350 anos, na turbulenta e repressiva Dinastia Ching, nessa época 90% do Chineses (os Hans) eram dominados pelos Manchus, que eram 10% da população.
Os Manchus ditavam as regras com muitas injustiças. O Kung Fu era proibido para o povo em geral, porém mantinha-se vivo e cada vez mais forte, para a ira do governo Manchu. Quando todas as armas foram banidas pelos Manchus, os Hans começaram a formar e treinar um exército revolucionário na arte do Kung Fu. O templo de Shaolim (Siu Lam) tornou-se um refúgio secreto para treinamentos de Kung Fu, em que um estilo clássico levava entre 15 a 20 anos para alcançar o grau de mestre. Com o intuito de formar rapidamente um exército revolucionário e desenvolver uma nova forma que levasse menos tempo treino, os principais Mestres do Templo reuniram-se para discutir os méritos de cada um dos vários estilos de Kung Fu. Porém antes de finalizarem esta nova forma, os Manchus invadiram e queimaram o templo de Siu Lam. A Abadessa Budista de nome N´g Mui o abade Chi Shin, abade Pak Mei, mestre Fung To Tak e o mestre Mui Hin (os cinco veneráveis) sobreviveram e seguiram caminhos diferentes. N´g Mui possuía uma habilidade técnica muito avançada e superior aos guerreiros do templo. Veio a refugiar-se no Templo da Garça Branca, no monte de Tai Leung, partindo do conhecimento dos estilos tradicionais e segundo a lenda, testemunhou a luta entre uma serpente e uma garça, ela criou um novo e eficaz sistema de combate, que não só rectificava as debilidades dos sistemas convencionais, como também tirava proveito delas.
Lá conheceu Yim Yee um comerciante local e sua filha Yim Wing Chun, que devido a sua beleza, muitas vezes provocava o assédio dos valentões locais. Percebendo que a situação pelo qual Yim Wing Chun passava era grave, N´g Mui concordou em ensinar-lhe de kung Fu, para poder proteger-se. N´g Mui refugiou-se então com a Yim Wing Chun nas montanhas e passou a ensiná-la. Treinaram dia e noite, até que a Wing Chun dominasse as técnicas. Então, a Wing Chun desafiou aquele que a assediava para um combate vencendo-o facilmente. Wing Chun casou-se então com um mercador de sal de nome Leung Bok Chau, que era um óptimo praticante de Kung Fu e a ele transmitiu os seus conhecimentos. Em homenagem a sua esposa, Leung Bok Chau denominou o estilo de Wing Chun Kuen. Leung Bok Chau passou os seus conhecimentos para Leung Lan Kwai, um médico herbalista que por sua vez ensinou a um actor de ópera Chinesa chamado Wong Wah Bo. Wong Wah Bo foi trabalhar num dos barcos que viajava pela China promovendo espectáculos e lá passou o seu sistema para o bastoneiro do barco Leung Yee Tei, que também havia sido aluno do abade Chi Shin (especialista em bastões).
Juntos, eles desenvolveram novas técnicas de Wing Chun, inclusive com o bastão comprido. Leung Yee Tei por sua vez ensinou Leung Jan, um médico da cidade de Fatshan, que desenvolveu uma técnica tão apurada que recebeu o apelido de o Rei do Wing Chun Kung Fu. Leung Jan passou o sistema de forma modificada a Chan Wah Sun (trocador de dinheiro), devido a esse ser muito forte e Leung Jan não confiar nele e achar que após a sua morte, poderia haver problemas quanto a sucessão como líder da escola. Também ensinou os seus filhos, Leung Tsun e Leung Bik. Yip Man, considerado o ultimo grande mestre de Wing Chun, aprendeu primeiramente com Chan Wah Sun e posteriormente aprendeu a versão original com o filho mais novo do rei do Wing Chun, Leung Bik. Com Yip Man, o Wing Chun tornou-se mundialmente popular e respeitado, tendo alunos como Bruce Lee entre seus discípulos.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Ving Tsun Athletic Association Hong Kong


Se existem momentos inesquecíveis este foi um deles.

Nunca me tinha passado pela cabeça poder um dia ir á China.

Tudo graças ao meu Mestre, o Sifu Samuel Kwok.
Que me convidou para me tornar no primeiro Português a ser membro permanente das seguintes Associações..
Ving Tsun Athletic Association
Yip Man Marcial Arts Association
São duas Associações mais respeitadoas do Mundo,
assim como sendo as que mais seguidores tém.

Tenho muito orgulho de ter como Mestre o Sifu Samuel Kwok, e ser seu discípulo directo.

Também a todos(as) os(as) meus(minhas) alunos(as) e seus pais


Um bem aja.

Seminário com o Mestre Samuel Kwok 2007 parque de Aveiro


Foram dois dias inesquecíveis
para todos aqueles que poderam conviver com o Sifu

Um muito obrigado Sifu Kwok

ISEC (Instituto de Educação e Ciências)

ISEC (Instituto de Educação e Ciências)
Local onde tem lugar os Treinos de Wing Chun

Treinos de Wing Chun em Lisboa

Calendario dos treinos de Wing Chun

Janeiro : 26
Fevereiro : 23
Março : 23
Abril : 7
Maio : 18
Junho : 15
Julho : 13
Agosto : 10
Setembro : 7
Outubro : 5
Novembro : 2
Dezembro : 30